Produzido por

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Manual de Deslizamento - Um Guia para a Compreensão de Deslizamentos, aponta Capim Vetiver como excelente na estabilização de solo evitando erosão.


Segue abaixo um pequeno trecho do Manual:

"Pesquisas foram feitas sobre o uso de plantas para estabilização do solo de modo a evitar a erosão excessiva e também para atenuar o efeito dos deslizamentos. Um dos tipos mais promissores de plantas é o Vetiver, um tipo de grama que funciona muito bem em muitos ambientes diferentes, estabilizando encostas contra a erosão."



Você encontra disponível o presente Manual na página:
http://www.gfdrr.org/gfdrr/sites/gfdrr.org/files/publication/Deslizamentos_M5DS.pdf


Um ano da utilização do Sistema Vetiver na Recuperação de Talude na Rodovia BR 101 sentido norte-sul (Morro do Boi)

           Novembro de 2011 foi o mês onde a Empresa VETIVER – Soluções Ambientais, utilizou o Sistema Vetiver para recuperar e estabilizar um talude na Rodovia BR 101 sentido norte-sul, mais precisamente no Morro do Boi administrado pela Auto Pista Litoral Sul. Hoje após um ano da realização dos trabalhos, pode-se observar nas fotografias abaixo o grande desenvolvimento do Capim Vetiver bem como o sucesso da estabilização da encosta.

Foto 01: Estado em que se encontrava a encosta antes da realização dos trabalhos.

           Para o sucesso da recuperação desta encosta sugeriu-se primeiramente a retificação do talude e a construção de canaletas de drenagem verdes no topo. Estes serviços podem ser feitos sem a utilização de máquinas (escavadeiras). Seguindo a retificação e construção da drenagem, deve ser feito o coveamento e plantio de mudas do capim-vetiver para o reforço do solo. Em consórcio com o capim-vetiver, deve-se fazer o semeio de plantas de rápido crescimento e sistema de raízes profundas. Foi recomendado a aplicação de manta vegetal nos taludes após o semeio a fim de proporcionar a imediata proteção e aumentar a velocidade de estabelecimento da vegetação.


 Foto 02: Preparo da encosta para o início do plantio.


 Foto 03: Sete meses após o plantio.


Foto 04: Um ano após o Plantio do Capim Vetiver, sucesso garantido na estabilização e recuperação da encosta.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Utilização do Sistema Vetiver na recuperação de Talude na Rodovia BR 101/SC km 138+740 S.(Morro do Boi)


No mês de Outubro de 2012 a VETIVER – Soluções Ambientais realizou a revegetação para recuperação de um talude de corte junto a BR 101 Km 138 local conhecido como Morro do Boi administrado pela Auto Pista Litoral Sul. A área recuperada do talude possui aproximadamente 2.854m².
O projeto contemplou os seguintes serviços e produtos da Bioengenharia: Hidrossemeadura (mix de leguminosas e gramíneas aptas a se consorciarem com Vetiver), aplicação da Biomanta de Fibra de Coco (gramatura 300g/m², resistência tração 60 kgf/m, longevidade de 30-48 meses) e o plantio de mudas de Vetiver (7 mudas por metro²) conforme relato fotográfico abaixo:
 
 








Foto 01 e 02 - Área total do talude que será revegetado.


 








Foto 03 e 04 - Aplicação da Hidrossemeadura (mix de leguminosas e gramíneas aptas a se consorciarem com o Vetiver)


 









Foto 05 e 06 - Na sequência aplicação da Biomanta de Fibra de Coco.


 









Foto 07 e 08 - Plantio do Capim Vetiver em linhas sob a Biomanta.




 
 
 
 
 
 
 
 
 
Foto 09 e 10 -  Um mês após o término do Projeto, nota-se o início do desenvolvimento do Vetiver e das demais gramíneas e leguminosas.
 
 

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Recuperação e Estabilização de Encosta com Sistema Vetiver na Torre 323 Linha BIG-BLU2 no Município de Nova Trento-SC

      No mês de Julho de 2011 a VETIVER – Soluções Ambientais, realizou o trabalho de recuperação e estabilização de encosta junto a Torre 323 na Linha BIG-BLU2 no Município de Nova Trento-SC. O local com área aproximada a 2.500 m² encontrava-se sob processos erosivos muito próximos a fundação. Afim de estabilizar o local foram realizadas as seguintes ações: Limpeza da área (troncos, galhos, palha), supressão da vegetação tipo samambaia, construção de canaletas de drenagem na parte superior, foram feitas canaletas verdes com manta vegetal e semeadas com grama, aplicação do Sistema Vetiver nas áreas inclinadas no entorno das torres, na base de 6 mudas/m², semeadura de espécies rasteiras/simbióticas nas linhas de vetiver e por fim semeadura de espécies rasteiras nas áreas planas para controle de erosão.
Segue abaixo relato fotográfico das fases do projeto:











Foto 1 e 2- Área onde encontra-se a encosta, inicialmente sem estabilização. Com presença de alguns pontos de deslizamentos e sulcos produzidos pelo trabalho de processos erosivos das águas de escoamento.











Foto 3 e 4- Limpeza da encosta com a supressão de vegetação tipo samambaia e retificação do terreno manualmente.













Foto 5 e 6- Abertura de valas para a construção das canaletas verdes, logo após a semeadura de grama.



 








Foto 7 e 8 – Aplicação da manta vegetal nas canaletas para um melhor resultado na escoamento da água.

 













Foto 9 e 10 – Plantio do Capim Vetiver em linhas horizontais em toda área da encosta.



 
  









Foto 11 e 12 – Plantio do Vetiver no término das canaletas, evitando futuras ravinas na superfície da encosta.










Foto 13 e 14- Um mês após o término do projeto, nota-se a o início do desenvolvimento do Capim Vetiver e das demais gramíneas, bem como a estabilização da encosta.













Foto 15 e 16 – Um ano após recuperação da encosta com a sua total estabilização.


terça-feira, 7 de agosto de 2012

Sistema Vetiver Utilizado na Estabilização de Encosta no Município de Rio do Sul-SC


A VETIVER – Soluções Ambientais realizou no mês de Junho de 2012, a recuperação e estabilização da encosta na Rua Câmara Junior, no loteamento Jardim Alexander. A encosta em questão possui uma área total de 1500m², e sofreu deslizamento após forte evento de chuva, levando à interdição de uma residencia na base da encosta pela Defesa Civil do município. A área sofreu retaludamento e a encosta foi cortada em bancadas. O projeto visou a recuperação da área, contemplando a revegetação, drenagem, controle da erosão e grampeamento verde do solo.

Os serviços e produtos da Bioengenharia utilizados incluíram, o acerto superficial do terreno manualmente, construção de canaletas de drenagem, hidrossemeadura de plantas rasteiras, aplicação de retentores de sedimento, instalação de manta vegetal e plantio de mudas de capim-vetiver. Segue abaixo relato fotográfico das fases do projeto:











Foto 1 e 2- Área total do projeto, inicialmente sem estabilização. Com presença de alguns pontos de deslizamentos e sulcos produzidos pelo trabalho de processos erosivos das águas de escoamento.



 

Foto 3 e 4- Retificação do terreno manualmente, abertura de valas para colocação dos retentores de sedimentos e logo após a aplicação da hidrossemeadura(espécies simbióticas).

  

Foto 5 e 6- Na sequencia da Hidrossemeadura, aplicou-se a manta vegetal.
 









Foto 7 e 8- Capim Vetiver plantado em linhas sobre a Manta Vegetal.
 









Foto 8 e 9- Um mês após o término do projeto, nota-se a o início do desenvolvimento do Capim Vetiver e das demais gramíneas, bem como a estabilização da encosta.





 VETIVER - Soluções Ambientais

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Utilização do Sistema Vetiver junto a Recuperação de Talude em Corte na BR-101 em Joinville.

No mês de setembro de 2011 a VETIVER - Soluções Ambientais realizou recuperação de talude em corte para a Empresa Litoral Sul, concessionária da BR-101. Neste trabalho, o Sistema Vetiver foi implementado utilizando diversos produtos e serviços da Bioengenharia. Segue abaixo um breve relato das fases do projeto:

- Preparo do Terreno
Para a aplicação de técnicas de controle de erosão, tais como mantas vegetais e retentores de sedimento é necessário que o terreno esteja o mais regularizado possível, possibilitando assim, que os produtos estejam totalmente aderidos a superfície do talude. (Foto 4)

Retentor de Sedimento
O retentor de sedimento (Retentor Fibroso) é uma barreira permeável utilizada para diminuir a velocidade da água em áreas inclinadas como taludes, encostas e drenagens. Apesar de ser permeável à água, os retentores não permitem a passagem de sedimentos e desta forma evitam a erosão superficial e perda de sementes e insumos das áreas em recuperação. Neste projeto, este produto também foi utilizado como base para o plantio de linhas de capim vetiver. Desta maneira, quando o retentor for degradado, o capim vetiver já estará desenvolvido e continuará a filtragem de sedimentos. (Foto 5)

- Hidrossemeadura
A Hidrossemeadura da VETIVER é preparada levando em conta as características específicas de cada área a ser trabalhada, incluindo tipo de solo, inclinação, clima, aspecto paisagístico e objetivos do trabalho. Neste caso, além destes fatores, deve ser levado em conta as espécies que se consorciem bem com o Capim Vetiver. Vale lembrar que o Capim Vetiver não tem boa adaptação em áreas onde outras espécies possam oferecer sombreamento ou sufocamento. (Foto 6)

- Manta Vegetal
A Manta Vegetal é um produto que tem a propriedade de proteger as superfícies expostas dos taludes de corte e de aterro, evitando a erosão superficial e o surgimento de sulcos erosivos. Também serve para manter as mudas de Capim Vetiver bem estabilizadas até que suas raízes forneçam a fixação necessária. (Foto 7)

- Capim Vetiver (Vetiveria zizanioides)
Foram implementadas 21 linhas de capim vetiver em um total de 5.880 mudas para 840 metros de linhas. Estas linhas foram dispostas com 3 metros de distancia umas das outras com aproximadamente 7 mudas por metro de linha. Este projeto demorou aproximadamente 3 semanas para sua implementação.

                                          Foto 1- Área total do projeto, inicialmente sem estabilização;









Foto 2 e 3 -Antes do inicio dos trabalhos ouve um periodo chuvoso onde o terreno já apresentou grande quantidade de lama e em alguns pontos deslizamentos; Pode-se notar o ravinamento por toda área e grande transporte de sedimentos;





Foto 4 e 5 - Retificação do terreno e abertura das valas para colocação dos retentores de sedimentos;






Foto 6 - Aplicação da Hidrossemeadura contendo espécies simbióticas ao uso do Capim Vetiver. Foto 7 - Aplicação da Manta Vegetal;







Foto 8  e 9 - Linhas de Capim Vetiver implementadas sobre a Manta Vegetal e em conjunto com os Retentores de Sedimentos;









Foto 10 e 11 - Após o 1 mês nota-se o início do desenvolvimento das mudas de capim vetiver.









Foto 12 e 13 -  Após o 3 mês com as linhas de capim vetiver já bem desenvolvidas e a vegetação;

Foto 14 - Área total do projeto, após 3 meses, bem estabilizada.

Vetiver - Soluções Ambientais 
 
** Imagem publicada no Google Maps com Street View.