Produzido por

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Capim Vetiver para controle de erosão!

O CAPIM VETIVER foi estudado por diversas Instituições Nacionais e Internacionais e comprovada como é a melhor ferramenta natural de controle de erosão. 

Saiba porque!!!


terça-feira, 4 de outubro de 2016

Recuperação de Áreas em Projetos Desafiadores

Alguns projetos apresentam características singulares que exigem de nosso corpo técnico soluções específicas e de alta profissionalização para seu sucesso.
Os casos mais comuns de dificuldades encontradas são:

1- Impossibilidade de retaludamento;
2- Restrição à espécies vegetais;
3- Restrição à produtos não naturais;
4- Acesso da equipe de obras.

 Apresentaremos a seguir um projeto para uma Concessionária de Energia que contempla todos esses pontos: O primeiro desafio encontrado nesse projeto foi ter uma torre de transmissão de energia de um lado e um rio do outro. Desse modo, tanto pelo perigo de descarga elétrica como pela distancia dos pontos limitantes não foi possível retaludar e atingir a inclinação indicada a este tipo de solo. Desta maneira, a VERDETEC utilizou funcionários com treinamento em altura e logística específica para uma adequação do terreno de forma manual. O acesso da área estava comprometido e as bombas de alta potência dos equipamentos VERDETEC foram capazes de bombear através de dezenas de metros o material e realizar a HIDROSSEMEADURA. O fato de estar em uma área de APP também limitou as espécies utilizadas. Nesse ponto é importante ressaltar que o Capim Vetiver apesar de não ser natural do Brasil, sua qualidade comprovada de ser estéril e não invasora o tornam uma ferramenta possível para estas áreas. E por ultimo, na intenção de manter a área com menor impacto possível, utilizamos mantas de fibra de coco 100% degradáveis.

O resultado foi excelente, com estabilização da erosão superficial imediata e melhora em longo prazo da estabilidade da área.

LOCAL 1



LOCAL 2

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Obra de Condomínio residencial, Localizado na cidade de Brusque / SC

O Capim Vetiver é uma excelente ferramenta para estabilização de encostas e aterros. Seu aspecto natural, com baixo custo de implantação e manutenção, aliado a rusticidade e longevidade da espécie, garante esta planta como a melhor alternativa verde para controle de erosão.




quinta-feira, 7 de abril de 2016

Uso do capim vetiver na descompactação de solos tropicais.

O capim vetiver (Vetiveria zizanoides), é uma planta originária da Índia e largamente utilizada em vários países para o controle de erosão do solo, tratamento de águas residuais, descontaminação do solo retirando metais pesados, entre outras utilizações. Em estudo realizado por Quito (2014) foi avaliado a influência das raízes do capim vetiver na permeabilidade de um solo tropical compactado, através de ensaios laboratoriais de permeabilidade de carga variável, utilizando-se de amostras moldadas com e sem o plantio do capim vetiver. Os resultados obtidos por Quito, mostraram que os coeficientes de permeabilidade obtidos nos ensaios sem a presença de raízes do capim vetiver foram 12 vezes menores do que as amostras com raízes. Os resultados obtidos neste trabalho abrem mais uma possibilidade de utilização do capim vetiver, na descompactação de solos tropicais. O sistema vetiver é muito simples e com baixo custo de aplicação e manutenção, desta forma podemos ressaltar a aplicação do sistema na descompactação e recuperação de pastagens degradadas, onde além dos benefícios de descompactação temos ainda a proteção do solo contra os processos erosivos, forrageamento e incorporação de matéria seca ao solo, descontaminação dos solos de resíduos de pesticidas e herbicidas.



Referência bibliográfica: Quito, V. S. Estudo sobre a influência das raízes do capim vetiver na permeabilidade de um solo tropical compactado. Vivian Souza Quito. – Rio de Janeiro: UFRJ/ Escola Politécnica, 2014. xiv, 76 p.: il.; 29,7 cm.


segunda-feira, 7 de março de 2016

6º EDIÇÃO DA BRAZIL ROAD EXPO 2016

A VERDETEC estará participando da 6º edição da Brazil Road Expo 2016 que acontecerá nos dias 29,30 e 31 de março em São Paulo/SP. A feira reúne em um só local todos os elos da cadeia de infraestrutura viária e rodoviária.
Objetivos:
-Apresentar novas soluções em sistemas e métodos para construção e infraestrutura de vias e rodovias, desde a concepção (projeto) até a conservação e manutenção;
-Trazer inovação e tendências mundiais em equipamentos;
-Promover a transferência de tecnologia entre expositores, visitante e congressista;
-Promover o fortalecimento e a visibilidade das indústrias de pavimentação e infraestrutura viária e rodoviária do país.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

AVALIAÇÃO DA COBERTURA VEGETAL E INDICADORES MICROBIOLÓGICOS DE SOLO EM TALUDE REVEGETADO.

Fonte: Dissertação Paula Teixeira da Cunha e Castro, Viçosa/2007.

O trabalho teve como objetivo avaliar a cobertura vegetal e qualidade do solo através de indicadores biológicos, utilizando-se as espécies Vetiveria zizanoides, Zoysia japonica, Arachis pintoi e Wedelia trilobata plantadas em talude. O experimento foi dividido em duas partes, uma para avaliação da cobertura vegetal e outra para avaliação da influência das espécies em alguns indicadores biológicos do solo. Os tratamentos de cobertura vegetal e aspecto estético, foram avaliados após seis meses e os resultados obtidos foram expressos em notas que variam de 1 (sem cobertura vegetal) a 5 (cobertura vegetal completa). Os melhores resultados foram obtidos pela espécie Vetiveria zizanoides, atingindo a pontuação de 3,72 na cobertura vegetal e 3,52 em aspecto estético. Os resultados das análises químicas e biológicas do solo não mostram diferenças entre as espécies, isto deve-se a vários fatores, entre eles o curto período de avaliação e as condições de solo do talude, que apresenta baixos teores nutricionais e necessita de maior tempo para obtenção de resultados significativos. Os resultados do estudo mostraram que a espécie Vetiveria zizanoides é a mais indicada para a recuperação da cobertura de taludes, conferindo a mesma, aspectos botânicos importantíssimos neste tipo de situação, com excelente enraizamento, cobertura do solo e não invasora, conferindo a espécie recomendações de utilização nos mais diversos biomas.


Resumo: MSc. Eng. Florestal Antônio F. Zimermann

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

VINHO VETIVER

Indicado para este verão, VETIVER Crinza. Sabor e refrescância! 


VETIVER & VERDETEC! Nova marca



A Empresa VETIVER - Sistemas Ambientais do Grupo Zaleski & Silva, está sempre aprimorando seus conhecimentos e tecnologias internacionais no sistema Vetiver. Com isso apresentamos nossa nova marca VERDETEC, especializada na recuperação de áreas degradadas e passivos ambientais. Oferecendo as melhores soluções em meio ambiente.  

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

CAPIM VETIVER NO TEMPO FRIO

O Capim Vetiver é uma gramínea tropical, contudo resiste bem a extremos hídricos (300–3.000 mm/ano) que pode sobreviver e prosperar em condições extremamente frias (de -14ºC a +55ºC).

Como exemplo, podemos citar a obra feita entre a cidade de Lages e campos novos- SC (BR-282). Revegetando a área com o Capim Vetiver, que resistiu a frio e geada serrana da região. Veja a seguir as fotos que mostram o resultado de sucesso do uso do sistema Vetiver em áreas com baixa temperatura.